quinta-feira, 12 de maio de 2016

Prolegomenos.




   Tenho tanta coisa escrita que, com certeza não conseguiria digitar de uma ora para outra. Até porque são "diários de bordo" escrito no chacoalhar do "trem" da Vida, interpretações do cotidiano que adoro "escarafunchar" denotando o tanto de Pauta Estética que temos.  Creio que o modo de oferece-los à luz só será possível escaneando, ao modo do que fiz com a página abaixo mostrada: As nove primeiras linhas são o título, ao modo dos manuscritos antigos, é um resumo do conteúdo. Até hoje faço anotações, são, já, 681 páginas.